Ler nem sempre é libertar

A prova disso é o nosso mundo de agora. Passamos horas lendo em nossos dispositivos portáteis: feeds de redes sociais, fotos, memes e o que mais vier. Nunca lemos como antes, mas nunca nos desinformamos tanto. A arte da escrita tem como princípio a libertação, mas se usada de forma equivocada, pode nos alienar, nos confundir e oprimir.

O Clube da RUA (www.clubedarua.com.br), que anuncio hoje por aqui, vem para afirmar o princípio original da leitura, formar e informar para e sobre um mundo comumente negligenciado e pouco lido: a arte que produzimos em nossas periferias, por pessoas e artistas que em condições normais não são ouvidos e lidos como deveriam.

 

Clube0

Livros do Clube da RUA no Box de Outubro no Mês das Crianças

 

Todos os meses levaremos aos nossos leitores um box temático e recheado de perspectivas plurais e diferenciadas sobre nossas periferias, sobre nossa sociedade, tudo produzido por autores talentosos, provocações necessárias e reflexões instigantes. Uma biblioteca não é pacote de biscoitos que precisamos consumir em poucos dias para não estragar.

Uma biblioteca é um acervo para consulta, de referência, atemporal e transformador. É isso que queremos: levar para você arte e livros que nos ajudem a compreender o mundo sob perspectivas diferentes das impostas por aqueles que não nos representam.

Boa leitura!

Demetrios dos Santos Ferreira

Editor e idealizador do Clube da RUA

clubedarua.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s